20/09/2017

Não cedo...

Nem mesmo quando
a saudade se torna terrivelmente
insuportável
fazendo-me o arremedo 
da (sua) presa

fácil...


h.f.
20 set./2017


19/09/2017

Rito

É no branco 
do papel

no tangível
restrito ao léu

onde arranco
o choro
o riso

o rito
inconfundível

de tirar-lhe o chapéu


h.f.
19 set./2017


18/09/2017

Se não era você,

por que saberias tanto 
de mim?

Desejarias ficar,
quando meu desejo
tem princípio
meio
e fim?

Se não era você,
por que me quererias
amar 
mesmo e ainda
assim?


h.f.
18 set./2017


Euforia

A palavra q'eu queria
não veio...

Nosso enleio não traz
conforto

É mar alheio ao cais,

ao porto

Euforia que só atrai

deporto


h.f.
18 set./2017


17/09/2017

Maldição

Eu podia ser mais
racional,
pouco sonhadora

Mas a natureza
sabe-se desigual
e me amaldiçoa

à beleza fugidia
do sentimental


h.f.
17 set./2017


14/09/2017

Isso não se faz

Dói reconhecer
que não era você...

Que a emoção novamente
me iludiu

E repetiu as cenas
de um amor literalmente
doentio

Isso não se faz...

Sou apenas a lembrança
de um doce
jamais

Querida... Nada mais.


h.f.
14 set./2017


"O sonhador, em seu devaneio, não consegue sonhar diante de um espelho que não seja profundo."

(Gaston Bachelard)