30/06/2016

Eu (só) queria

Perco-me
na imensidão
e na extensão
do sim

Como esquecer
o que não é
ou se teve fim?


[ Eu só queria...
Só, eu queria... 
uma história para guardar. ]


h.f.
30 jun./2016


Há um abismo

Não, as coisas não são
sentidas, apreendidas
similarmente
Entre o meu sentir
e o seu, há um abismo...
E pontes imperceptíveis
de transposição.


h.f.
30 jun./20016


29/06/2016

Que se tenha

Sempre irrealizável
invisível
inominável, até

Se amar é o que se quer
Que se tenha corpo
palavra



h.f.
29 jun./2016


É tempo de respirar

Estou no ponto máximo
de exaustão
No momento exato
em que faz surgir o sujeito 
indignado
Que não vê outra saída,
a não ser mudar o rumo
dos fatos.


...


Não, não aguento...
Também não sou
obrigado:

É tempo de respirar!


h.f.
29 jun./2016



Comer, rezar e amar

Desintoxicar

O corpo
A mente
As emoções

As dores
e as determinações
subsequentes

Permitir que a casa
"possa" respirar.


[Comer, rezar e amar]


h.f.
29 jun./2016


27/06/2016

Nesse jogo, acredito

Nem tudo pode ser
verbalizado
escrito

Carece da verdade
do olho
no olho

do riso
irrestrito

Chegará o dia
do não dito fazer
+ sentido

Nesse jogo, acredito


h.f.
27 jun./2016


22/06/2016

21/06/2016

Até nas coisas que não

Há dias em que tudo
é você
Até nas coisas que,
supostamente, não têm
nada a ver.


h.f.
21 jun./2016


20/06/2016

Há outras cores

Não entendo sua agressividade
Necessidade de me atingir
com um choque de realidade.
Sim, o mundo é cinza...
Mas há outras cores, também.


h.f.
20 jun./2016


19/06/2016

Ainda não sei

Devo ser meio
louca
ou inteira
Ainda não sei
o que é verdade
ou brincadeira


h.f.
19 jun./2016



Mais até

Sim, eu tô triste,
amor
Mais até do que
deveria.
Tá tudo tão bom...
Menos o que eu
queria.


h.f.
18 jun./2016


18/06/2016

Simples assim

Preciso de você.
Que venha morar
em mim.

Só (d)isso...


h.f.
18 jun./2016


Não há qualquer mistério

Você sabe
o que é preciso,
– até correto.
Não há qualquer
mistério.
É saber objetivo...
Para muitos, único
remédio.


h.f.
18 jun./2016


Morar em você é poesia

Acabo sempre voltando
às mesmas letras
e melodias

Morar em você
Permitir que o amor
possa florescer
é poesia.


h.f.
18 jun./2016


17/06/2016

Até a novidade...

Estamos ficando velhos,
amor.
Não sei você, falo por mim:
É tudo tão cansativo...
Até a novidade que,
por desventura, ventilo.


h.f.
17 jun./2016


15/06/2016

Sentimento ilhado

O que dói 
não é amar
e só dispor 
espera

Não é alçar 
uma realidade 
que venta 
ora vulnera

O que dói
é o silêncio
compartilhado

O amor
por sentimento 
ilhado

esquenta,
congela...



h.f.
15 jun./2016



"O sonhador, em seu devaneio, não consegue sonhar diante de um espelho que não seja profundo."

(Gaston Bachelard)